Grupo Dias apoia Festa de Nossa Senhora do Livramento

10 set 2013

A Festa de Nossa Senhora do Livramento 2013, maior evento religioso do município, contou com o apoio do Grupo Dias. A festa aconteceu nos dias 07 e 08 de setembro, na Praça Fernando de Barros, com missa solene, cenáculo, jantar e baile. Todos os anos, aproximadamente 2,5 mil pessoas participam da festa que movimenta o local e cidades próximas, como Cuiabá.

Segundo moradores mais antigos de Nossa Senhora do Livramento, a festa em homenagem à padroeira teve início ha mais de um século. “A festa é muito tradicional e a organização é mantida até hoje pelas famílias livramentenses que residem não só na cidade, como também na Grande Cuiabá”, explicou Regina Auxiliadora Miranda Almeida, rainha da festa. O rei é Lucienio Miranda.

A festa é organizada um ano antes, com vários eventos para arrecadar recursos, já que é beneficente e realizada com doações. “É uma festa tradicional, com comidas típicas, e cada família é responsável por uma barraca. Todas essas ações mostram a dedicação da população em manter suas raízes”, completou Regina.

Aproximadamente dois meses antes, várias imagens de Nossa Senhora peregrinam a zona rural nas proximidades do município. No dia da festa, elas retornam para a cidade e são expostas no cenáculo. Este ano, em especial, a festa recebeu a imagem de Nossa Senhora de Fátima, de Portugal, que está no Brasil.

As amigas Emília de Almeida Santos e Júlia de Oliveira Costa, da Comunidade são Gonçalo (margem do Rio Sangradouro), viajaram 130 km para trazer a imagem de Nossa Senhora que estava na localidade. “É muito importante caminhar com Nossa Senhora. Sentimos o chamado e estamos aqui”, disseram.

Com o mesmo propósito, Clotildes Rodrigues de Barros e Jovina França, do Quilombo Mata Cavalo, também estavam na festa. “Já vínhamos antes, mas agora resolvemos trazer a Santa para o cenáculo”, concluíram.

O nome Nossa Senhora do Livramento surgiu porque a imagem da Santa, que veio de Portugal, passava pela região carregada no lombo de um burro. Ao parar para descansar, o burro empacou e não quis mais levantar e seguir viagem. Porém, ao ser tirada a imagem da Santa do lombo do animal, ele se punha a andar. Decidiram, então, construir um ranchinho onde abrigaram a imagem de mais ou menos 50 cm e de pouco peso.

Redação: Luciane Mildenberger

Fotos

Categoria(s): Responsabilidade Social
Tags: , , , , , , , , , , ,